Look de inverno para trabalhar

0
Avalie este Post

ch-como-construir-look-de-trabalho-cris-cardoso

Um dos posts com mais número de acesso aqui no blog é o que mostra looks de inverno para trabalhar. Como inspiração nunca é demais e os tempos pedem mais criatividade e menos gastos, decidi montar um post diferente: ao invés de só mostrar pra vocês a minha escolha do dia, usei as mesmas peças para mostrar a vocês como construí o conjunto do look. Acho a proposta bem mais próxima da realidade de todas nós.

OBJETIVO

A ideia é que vocês aprendam a fatiar as camadas, identificar o que vocês têm no armário e, a partir daí, fiquem mais seguras para fazer as montagens dos looks. Não se assustem se vocês se surpreenderem com possibilidades que nem imaginavam ter. Bom, no exercício de hoje, o exemplo é o próprio look do dia. Às etapas:

Inscreva-se no meu canal (aqui) e fique por dentro de todas as novidades assim que eu publico no YT!

como-construir-look-de-trabalho

#1 – Escolhi a parte de baixo
Nem sempre minha escolha das peças obedece uma ordem lógica. Para ser sincera, eu olho uma peça e decido que ela estará comigo o dia todo e, a partir daí, vou montando as possibilidades em torno dela. Foi isso que aconteceu hoje, com a calça laranja. O dia amanheceu bem frio e ela é de veludo, ou seja: perfeita.

#2 – Escolhi a blusa da camada de baixo
Dias atrás, revi umas fotos de looks, inclusive, um dos meus favoritos: a jaqueta laranja com uma blusa listrada preto & branco, por baixo. Acho que a lembrança puxou a ideia de hoje e lá veio a blusa de novo, dessa vez, coordenada com a calça.

#3 – Escolhi o sobretudo
Jacquard é um tecido nobre e esse sobretudo tem um corte que adoro: a manga tem um franzido bem imponente na parte de cima e ele é acinturado.

detalhe-casaco
Esta observação é importante: se a parte de baixo não é muito sofisticada para o ambiente corporativo, tente coordená-la com uma parte de cima que levante o look todo. Isso vai dosar o ‘formal com o informal’ e dar um resultado bem legal. Além do mais, os olhos da galera sempre vão para a parte que chama mais a atenção e o casaco ganhar disparado, inclusive, de uma calça laranja!

Outro dado importante: Não avalie a peça apenas pela cor, avalie a textura do tecido também. Quando os primeiros guias de estilo surgiram, não havia 1/10 das tecnologias de tecelagem que existem hoje. Só de preto, temos dezenas de opções, se considerarmos a textura e os efeitos que cada tecido pode ter. Laranja é laranja, mas o tom no veludo altera um pouco o efeito da cor. Se a parte de cima fosse branca, por exemplo, o efeito óptico do laranja seria mais aberto (mais vivo). Como escolhi preto, o efeito óptico fecha (ele fica mais para laranja queimado do que para laranja laranjaaaa).

#4 – Escolhi a blusa de cima
O artifício do efeito cebola (camadas / sobreposição) é uma maravilha para cidades cujo tempo adora brincar de roxinho com a gente: Saiu de agasalho? O dia manda sol. Saiu de manga curta? O dia manda vento. Com a sobreposição, a gente finge que o clima é uma criança levadinha de uns 3 anos, sorridente e cheia de vida e… Aí, é só surpreender a criança! A gente sai correndo na dianteira e chega primeiro no ponto do pique-pique-tááá. Cristina, 1,2,3!

A blusa de cima: Lembram que a de baixo é sem manga?

Pois é, então, caso esquente e eu decida tirar o casacão, continuo ‘apresentável’. Eu queria o charminho das listras para sair do pretume absoluto e o transpasse não seguraria a produção sem nada por baixo (ficaria muito decotado e eu não me sentiria tranquila). Para finalizar o argumento: a blusa de cima de tricô bem fininho não agasalha o suficiente.

Perceberam a fórmula de construção?

Nenhuma das peças, individualmente, seguraria a produção de um dia frio se estivesse sozinha. Pra isso existe a fórmula mágica da sobreposição: você junta várias peças mais fresquinhas para ter um resultado perfeito para um dia mais frio!

Fechando a ideia:
como-construir-look-de-trabalho-cris-cardosoNa hora de sair de casa, peguei esse cachecol e decidi adicioná-lo. Minha garganta sente demais a queda de temperatura.

Lembre-se de se inscrever no meu canal do Youtube e ficar por dentro de todos os vídeos, assim que eu publicar! É super fácil! Clique aqui

1 COMENTÁRIO

  1. Bom dia!
    Muito bom o seu post. Mas queria esclarecer melhor um detalhe.
    Tenho um vestido de linha que rompeu o fio e abriu um buraco. É um vestido sofisticado. Como posso conserta-lo?
    Obrigada

    • Oi, Anna! O ideal, neste caso, é tentar unir as pontinhas e fingir um ponto com o nó para recuperar… Se não tiver como, quem sabe uma aplicação por cima (renda, um bordado) para evitar que o rasgo aumente… Se quiser, Anna, me manda foto pro contato@criscardoso.com que eu vejo e a gente pensa junto, que tal? Beijos!

  2. Olá! Adorei as dicas.
    Tenho uma pergunta que a muito procuro uma solução.
    Como fazer para o blusão de lã artesanal não ficar largo conforme daí sendo usado? O tricô a maquina aprendi a passar a peça antes de ser usada, mas o mesmo poço fazer com o tricô feito a mão ?
    Obrigada pela ajuda! Oneide

    • Olá Oneide, tudo bem? Olha, sua pergunta é excelente! Te digo o que aprendi desde pequena, com a minha mãe, tá? Lá em casa, a gente lava numa bacia (uso o sabão líquido para roupas delicadas) e depois, não estico pendurada. Coloco a peça deitada, com uma toalha por baixo e vou virando para secar. O tricô depende demais da qualidade do fio para esgarçar ou ficar certinho. Não uso ferro (acho que só passei uma blusa na minha vida e ainda assim, pelo avesso e com uma fronha entre a linha e o ferro) porque tenho medo de queimar o fio. Normalmente, os fios do tricô à mão são mais naturais e nem precisam de ferro, viu? Espero ter te ajudado! Beijos!

  3. tenho a blusa de lã com o ponto vazado q está toda peludinha esses pelos q foram se soltando com o tempo eu estou cortando com a tesoura superficialmente está certo?!

    • Se não comprometer a blusa (quando você olha, o pelo que soltar nao estiver muito na trama), dá pra seguir com o truque por mais tempo, mas toma MUITO cuidado pq os fios começam a enfraquecer ta? Beijos!

  4. Flor me ajuda pelo amor de Deus, estraguei uma blusa de tricô novinha da mh mae lavando no tanquinho , simplesmente desfez um pouco do detalhe q a bluda tem e esta um pouco visível, como devo fazer tem concerto?

  5. Oiiii Cris, minha filha tem um vestido de tricô que embaixo está fazendo ondinhas, acho que esticou (criança já viu rs) vc tem alguma dica para amenizar?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here