Alô, Amigas que curtem turbantes! Notícia das melhores (porque tem conteúdo e é GRATUITA): recebi um email da assessoria de imprensa do SESC Pinheiros informando sobre a oficina dedicada aos turbantes com a artista plástica Cristiane Avelar, que vai rolar bem agora no comecinho de fevereiro. Olhem que máximo:

“Turbante como Projeto Estético e Político: Teoria e Práticas”

O encontro teórico-prático será com a Cristiane Avelar, nos dias 3 e 4 de fevereiro, no SESC Pinheiros (SP). Nos dois dias de oficina, o conteúdo abordará “um breve panorama dos antecedentes e possíveis origens do turbante, usos ao longo do tempo (tanto em contextos africanos quanto no afro-brasileiro) e sua relação com os discursos contemporâneos a partir de sua eleição como um signo de resistência e autoestima negra, bem como de seus valores identitários, políticos e de pertencimento étnico. Além dessa reflexão histórica e teórica, a ser construída coletivamente, a pesquisadora ensinará práticas de amarração, possibilitando a criação autônoma de diversos modelos.”

SOBRE A OFICINA

O turbante como signo de resistência e beleza negra a partir dos conceitos de identidade e pertencimento étnico. Esse é o mote da oficina “Turbante como Projeto Estético e Político: Teoria e Práticas”, conduzida pela pesquisadora Cristiane Avelar. Realizado nos dias 03 e 04 de fevereiro (quarta e quinta), às 19h30, no Sesc Pinheiros, o encontro é livre e grátis, com inscrições na Central de Atendimento da Unidade.

Apesar de sua verdadeira origem ser desconhecida, o turbante – usado no Oriente antes mesmo do surgimento do islamismo – também é uma tradição africana. Símbolo de hierarquia social e espiritual, o adorno e suas diferentes formas de amarração também serviram para diferenciar, por exemplo, as diversas etnias do continente e suas posições sociais. Além de proporcionar maior esclarecimento sobre a cultura do turbante, “a oficina busca oferecer subsídios para a aplicação da Lei 10.639/03 [que torna obrigatório o ensino de História e Cultura Africana e Afro-Brasileira nas escolas de Ensino Fundamental e Médio]”, lembra Cristiane, que reflete sobre o uso do turbante há quatro anos.

SERVIÇO

OFICINA “TURBANTE COMO PROJETO ESTÉTICO E POLÍTICO: TEORIA E PRÁTICAS” – Com Cristiane Alves Avelar
Dia: 03 e 04 de fevereiro, às 19h30
Local: Sala de Múltiplo Uso 1 ( 3º andar)
Classificação: Livre.
Grátis. Inscrições abertas na Central de Atendimento (3º andar) da Unidade. Vagas Limitadas.

SOBRE CRISTIANE AVELAR

Cristiane Avelar é artista plástica. Realizou pesquisa fomentada pelo NAP (Núcleo de Apoio a Pesquisa Brasil-África) sobre as culturas materiais de sociedades atrilineares da África Central. Foi pesquisadora docente do curso “Afrodescendência Plural e Ativa no Brasil: Desconstrução e reconstrução das historicidades das populações negras em São Paulo” (1ª edição), contemplado pelo PROAC – Proteção e Promoção das Culturas Negras, além de organizadora e palestrante na Semana de Memória Cultura e Resistência realizada no Departamento de História da Universidade de São Paulo. Atua na coordenação do Núcleo de Consciência Negra – NCN e na coordenação do Centro de Estudos de Idiomas CEI do NCN para jovens afrodescendentes e de baixa renda. É integrante do grupo Blogueiras Negras, veículo engajado na publicação e divulgação de textos de mulheres negras acerca das questões de gênero com recorte étnico e racial, e cursa gradução em Letras-Português pela Universidade de São Paulo.

PARA FALAR COM O SESC PINHEIROS

Endereço: Rua Paes Leme, 195.
Bilheteria: Terça a sábado das 10h às 21h. Domingos e feriados das 10h às 18h.
Tel.: 11 3095.9400.

Estacionamento com manobrista: Terça a sexta, das 7h às 22h; Sábado, domingo, feriado, das 10h às 19h. Taxas / veículos e motos: Matriculados no Sesc: R$ 7,50 nas três primeiras horas e R$ 1,50 a cada hora adicional. Não matriculados no Sesc: R$ 10,00 nas três primeiras horas e R$ 2,50 a cada hora adicional. Para atividades no Teatro Paulo Autran, preço único: R$ 7,50.

Porta-lápis que vira porta-pincel, da Consulado da Moda
Cris Cardoso na #ruaaberta da Vila Mariana

Comentários

comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.