A doce arte de repetir e repetir e repetir roupa? Temos.

Sabe a tal saia preta que já apareceu zilhões de vezes aqui? Assssôôôô!!! De novo. kkkkk

Hoje, a promessa era de ser o dia mais frio da semana, minha perna doendo horrores e zero disposta a encarar salto alto.

Pra completar, ontem não fiz o que disse pra vocês fazerem: preparar a vida na noite anterior.

Resultado: peguei tudo às pressas, mas me salvei no óbvio do vermelho com preto (tô cansada dessa combinação, na real) porque esse tricô tem a frente toda trabalhada em crochet feito à mão e é incrível! Joguei uma gola alta por baixo, em cinza.

Combinando cores

Vermelho com preto é um duo que já está super batido, mas a pressa faz dessas com a gente. Por baixo, joguei uma gola alta cinza mesclada. Se tivesse pensado melhor (ou seja: elaborado ontem à noite), poderia ter brincado mais com as possibilidades do círculo cromático e deixar o look mais interessante com cores como verde, pink ou roxo.

Além das opções múltiplas do círculo por si, tem um outro fator que faz muita diferença no nosso resultado estético visual: a nossa cartela de cores.

Já falamos sobre isso aqui no blog muitas vezes e não me canso de repetir porque eu era a prova viva de um Ser cético em relação à cartela de cores mas, olha, me rendi.

Usar as cores que ‘casam’ com seu tom e subtom de pele faz toda diferença no resultado do visú, meu Povo!

Você já parou para pensar nisso? Explorar o círculo cromático, a rodinha mais colorida desse mundo, e versatilizar suas peças?

Acima, capturei uma imagem do site Casa e Jardim para você ver como explorar o círculo cromático multiplica MUITO as coordenações de cores. Já tinha pensado nisso?

 

Do Lupus à criação da Beneath your mask: a vitória de Dana Jackson
Você tem uma vida imaginária?

Comentários

comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.