Dentre os combos mais batidos para combinar com o preto, não tenho dúvidas: vermelho e branco ganham disparado na lista dos top 5, concordam?

Se quisermos sair do duo preto x branco, é só tacar alguma coisinha em vermelho e o look já acende. No meu caso, ainda há o adendo de que vermelho é minha cor favorita.

O look de ontem foi meio na base do improviso. Ainda estou me adaptando à nova rotina de levantar 4.30 da manhã. Está super escuro e nem dá pra saber se a previsão do tempo fará bingo ou brincará de roxinho com a gente.

O resultado do meu look foi esse aqui:

A coisa toda começou pela camisa, com ligeira transparência. Não uso apenas ela e o sutiã para ir ao cliente. Ambiente corporativo tem seu dresscode e se topei o projeto, respeito as regras dele.

A calça, embora justa, ficou OK porque a camisa vai até o quadril. E, por conta do tempo instável, peguei esse blaser super, super antigo da Fillity e joguei por cima. Aliás, dica boa: se o casaco for mais fino e não muito folgado, escolha peças que não façam volume para colocar por baixo. Não tem nada mais irritante do que a sensação de braço preso porque não há mobilidade na roupa, né?

O colar deu o toque final e lá fui eu.

Ah, havia salto (sola tratorada e salto grosso), mas o Jerônimo (joelho) e a Daphne (perna) reclamaram muito  – acho que senti a mudança de temperatura que já rola por aqui – e não consegui ficar o dia todo com salto.

O look todo é antigo, mas só como referência: Camisa Barred’s | Calça Pink & Co | Blaser é Fillity | Regata é Luigi Bertolli | Tênis é de uma lojinha lá de Niterói.

Look para foto x Look para vida real: não se cobre tanto sobre a perfeição que não existe
Máscara de cílios colorida e o batom Offbeat Orchid

Comentários

comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.