Existe melhor ordem para aplicar produtos na rotina de pele?

0

A cada ano que passa, a gente tem mais e mais opções de produtos disponíveis para os cuidados de pele. Por isso, entender se existe melhor ordem para aplicar produtos na rotina de pele e conhecer quais são as etapas, é o melhor caminho para usufruirmos de toda potencialidade que os produtos podem nos trazer.

Hoje, veremos qual é a ordem mais lógica de aplicação dos cosméticos numa rotina de pele, como é que a gente entende essa ordem mesmo sem muita experiência em termos de composição e ingredientes e o por quê de alguns cosméticos serem orientados para aplicação antes ou depois de outros. Bora!

Qual é a melhor ordem de aplicação?

A informação é unânime entre especialistas: devemos sempre começar do veículo mais leve em direção ao mais denso. Ou seja: começamos pelas texturas mais levinhas e finalizamos com as mais densas (a finalização é sempre no filtro solar, no caso da rotina diurna).

Nossa pele realmente precisa de quê?

Fundamentalmente, nossa pele precisa de 3 etapas: limpeza, hidratação e proteção.

Tudo que está entre essas fases  é adendo, é plus. Não apenas enriquece e potencializa os resultados de saúde e aparência da pele como, também, “passa a bola” para o próximo produto daquela etapa ou da próxima.

Etapa 1 – A limpeza

A variedade de produtos para escolhermos na fase de Limpeza é imensa! Removedores de maquiagem de todos os tipos: líquidos, bifásicos, balm (as manteigas), óleos, espumas de limpeza, sabonetes faciais em barra, líquidos…Temos ainda o tônico que atua como complemento de remoção das sujeirinhas que o sabonete não removeu e fecha essa etapa da Limpeza.

Etapa 2 – Hidratação

Nesta fase, entram produtos exclusivos de hidratação e também os multifuncionais que, independentes dos benefícios extras, concentram suas forças na hidratação, oferecida por inúmeros ativos na composição.

Aqui, falamos de essences, séruns, máscaras com finalidade de hidratação, hidratantes faciais, cremes hidratantes mais específicos, como o creme para área dos olhos, para os lábios…

Etapa 3 – Filtro Solar / Proteção

Bom, se já passamos pela limpeza da pele e pela hidratação, fechamos a nossa rotina (diurna) com o filtro solar, o produto que tem como missão blindar nossa pele.

No caso da rotina noturna, obviamente, a gente pula a etapa do filtro.

É na rotina noturna, inclusive, que muitos dermatos prescrevem produtos fotossensíveis e que são exclusivos de uso noturno, como é caso dos tratamentos que a gente faz com ácidos que descamam a pele de forma mais ‘agressiva’.

 

Como escolher o que quero se vários produtos cumprem o mesmo papel?

Pois é, é aqui que a premissa todinha do skincare reside: a rotina de cuidados com a pele não tem muito a ver com lógica, é escolha. Escolha pelos produtos que te trazem mais bem estar, que apresentam ao seu gosto o melhor sensorial.

Sabe a minha frase patenteada “cada pele é um planetinha”? É mesmo. Você já deve ter passado pela situação de recomendar um produto para alguém porque você amou e essa pessoa te dar um feedback ruim sobre a experiência dela. E o contrário também! Correto? É assim mesmo.

Posso adorar o efeito de um cosmético mas se não gostar da fragrância/perfume dele, esquece, não consigo usar.

Você pode ser uma pessoa que prefere produtos que formem camadas mais levinhas no rosto, assim como eu. Se for assim, vai preferir um sérum com potencial de hidratação muito mais do que preferiria um creme que forma uma camada mais espessa, oclusiva e que não seca direito no rosto.

Para você ter uma ideia, raramente uso Tônico. Essence nem nunca tive (tenho um sérum que é um boost cujo nome da marca é Essence, mas ele não é o produto Essence).

Prefiro uma rotina mais simplificada, que não tome meu tempo e não deixe uma sensação estranha na pele, já que quase todos os dias, tenho maquiagem por cima da rotina de pele.

Minha rotina de pele

Vou falar a diurna atual, porque realmente é bem simples: espuma de limpeza, sérum hidratante Biotech S (estou nos testes com ele. Tem material com antes e depois e resenha aqui, aqui e aqui) e filtro solar (uso o Anthelius, da La Roche). Só isso. E, pra mim, está mais que perfeito.

Escolher quantos passos sua rotina deve ter depende exclusivamente do seu gosto, do seu bolso e, caso esteja com acompanhamento clínico, do seu médico dermatologista.

Meu conselho para você é: informe-se sobre os benefícios prometidos e estude resultados, antes de investir em mais produtos que prometam as mesmas coisas que este que você já tem aí, promete.

Como explico no vídeo, o cosmético começa a ‘maratona da validade’ quando sair do tambor e é envazado. Isso só se potencializa quando a gente chega em casa e o abre. Não vale a pena desperdiçar dinheiro…

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here