O termo customizar já está gasto até a última linha de costura, a gente sabe e a maioria de nós já o conhece. É o processo de alterar alguma peça, de forma que se altere o modelo original do item. Por aqui, entendemos que customizar é praticamente dar um toque personalizado a alguma coisa.

Mas, o que anda rolando lá fora, de mãos dadas com um movimento levemente silencioso e gentil, é o upcycle, processo que transforma uma matéria em outra, sem degradar a qualidade e a composição para este novo uso.

Aqui no Brasil, upcycling é muito confundido com recycling (reciclar) mas existe diferença clara entre os termos (já estou fechando o post com a diferença entre eles).

Enquanto isso, quero mostrar a vocês como o movimento de transformar peças tem crescido. Só ontem, li 3 matérias em veículos diferentes, com ênfase na galera mais antenada com os movimentos internacionais e que estão fincando pé na consciência de consumo mais responsável e menos impulsiva.

Cadê o vestido de casamento que estava aqui?

Em 2013 – Keira Knightley e seu vestido de noiva

rs_560x415-130505165233-1024.keira.cm.5513

keira

A atriz casou-se em uma cerimônia ultra rápida e restrita aos familiares e amigos, em 2013. Mas o bafafá geral foi o Rodarte que ela usou. Segundo a imprensa internacional, foi o mesmo modelo de vestido que ela vestiu em um pré-BAFTA, em 2008.

Para o casamento, Keira fez uma composição com uma jaquetinha de tweed Chanel e sapatilhas.

A imprensa internacional citou o fato com espanto na época.

Momento ironia: Acho lindo ver gente tão próspera a ponto de achar uma berração a pessoa repetir roupa em pleno mundo contemporâneo, não? Depois me perguntam porque penso que, nós, formadores de opinião, somos os responsáveis pela forma pejorativa com a qual muita gente ainda vê o segmento de moda. Quem, Raimundo Nonato? Quem?

2016 – Maria Prata transforma o vestido de casamento

Ela é uma das personalidades brasileiras que mais admiro. Sério mesmo. É super objetiva, talentosíssima, é a elegância em pessoa e está sempre mais atenta ao conteúdo de qualquer coisa do que ao pacote, se é que me entendem.

maria_prata_e_pedro_bial1 maria-prata

Terça-feira, ela foi ao Gala do Brazil Foundation acompanhada do marido Pedro Bial usando seu vestido de noiva, 1 ano e meio após o casamento.

O modelo foi criado por Andrea Marques e teve apenas a manga alterada.

Kate Middleton e suas repetições de looks e modelos

Se eu ganhasse uma libra por citação a ela, nossssss-senhôura, já tinha meu pé de meia garantido e meu duplex também, fala sério.. Mas, enfim, Kate Middleton é um ícone em repetições. Não só de looks, mas de modelos também.

Kate-Wearing-Preen-Finella-DRess-in-Both-Black-and-REd-Polaris-Splash-Nov-22-2016-

A gente que não tem lá altas opções, já está acostumada a dar um truque e subir altura de saia, tingir e tirar manga…

Cada vez que escrevo um post desses para vocês, fico muito feliz. Alguém, um dia (infeliz dia), lançou o tal conceito de que “repetir roupa de festa é gafe”, mas tenho pra mim que tal Ser não vive nesse planeta, agonizante pelo excesso de tudo que é descartado.

A gente precisa de mais gente dentro dos holofotes, mostrando pro mundo coisas tão óbvias todos os dias? Parece que sim.

Pelo menos, fazemos nossa parte aqui no criscardoso.com. Sim bora namorar bem o armário primeiro, antes da próxima compra, Girls?

Fonte sobre Upcycling: http://intercongreen.com/

Créditos das fotos: What Kate wore / Vogue

[VÍDEO] Resenha: Gel Restaurador Pós Sol Mary Kay
RESENHA | TESTEI E APROVEI - SHAMPOO E CONDICIONADOR YABAE

Comentários

comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.