A história do ‘rímel’, a máscara de cílios

0

Num salto da época em que os egípcios usavam uma tinta preta ao redor dos olhos para o século 19, chegamos à família francesa Rimmell (lê-se /rimél/) que, vivendo em Londres, fundou a House of Rimmel sob o comando de Eugene Rimmel, em 1834.

O filho de 24 anos e seu pai, perfumista talentosíssimo iniciavam a operação da perfumaria HOUSE of RIMMEL com uma novidade: uma máscara, não-tóxica, que levava o sobrenome da família foi mundialmente conhecida.

Enquanto isso, em 1917, nos Estados Unidos, o químico T.L. Williams também fazia seus experimentos. A pedido de Maybel, sua irmã, criava um produto fácil de usar e que realçasse os olhos. Lá vinha um novo ‘rímel’, em uma mistura de vaselina e pó de carvão. O sucesso foi tanto que Williams começou a comercializar e sua microempresa, chamada Maybelline Company, se tornou uma das líderes na indústria de cosméticos.

Com relação à embalagem que conhecemos hoje, coube à Max Factor a inovação de oferecer a máscara de cílios em uma nova embalagem, um tubo com aplicador, o princípio das embalagens que compramos até hoje.

RIMMEL LONDON – a história da marca que popularizou a máscara de cílios

Foi após a 2ª Guerra Mundial que a House of Rimmel realmente foi para o mundo, pelas mãos de Robert e Rose Caplin, donos de uma agência de publicidade em Londres que, dentre várias ações publicitárias com atrizes internacionais, lançou a campanha “Beauty on a Budget” levando a agora marca Rimmel de maquiagens ao conhecimento popular com valores acessíveis, em vários países do mundo.

De lá pra cá, a Rimmel passou por algumas aquisições. Uma das mais expressivas foi a compra pela Coty, em 96.

Foi relançada em 2001 com o nome Rimmel London, usando nada mais nada menos que Kate Moss como garota-propaganda (se isso não é reforço de branding, desconheço o que seja!).

Em 2004, veio mais um acordo, agora de licenciamento com a LYCRA e surgia o esmalte Rimmel Lycra Wear, seguido pelo batom Moisture Renew, com fórmula hidratante contendo colágeno, ácido hialurônico e polipeptídeos, vitaminas e proteção solar FPS 20.

Hoje, a Rimmel London comercializa sua completa linha de produtos em mais de 50 países com um portfólio que vai de maquiagens (olhos e batons), passando pelos esmaltes até bronzeadores solares.

Leia também:
Melhores máscaras de cílios – minha seleção TOP 5

Banners atuais da Rimmel London, na internet:

Aqui no Brasil, é bem difícil achar os produtos da marca. Tenho 2 paletas de sombra que já mostrei pra vocês aqui e no IG e quando fui pesquisar pra trazer referências para o post, só achei no Mercado Livre:

Se você curte  campanhas de MKT, olha só esse site em inglês com várias propagandas das marcas que começaram a produzir a máscara de cílios pelo mundo, começando pelas pastas, depois as invenções líquidas.. Achei bem legal!

 

Leia também:
Melhores máscaras de cílios – minha seleção TOP 5

 

Créditos: Rimmel London e Cosmetic Sand Skin 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here