Pintou ‘aquela’ oportunidade? Acerte dos pés à cabeça!

O que vestir para a entrevista de emprego

Pintou ‘aquela’ oportunidade? Acerte dos pés à cabeça

Conjunto ou peças separadas? Cores escuras ou claras? Cabelo solto ou preso? Estas são perguntas normais que surgem na preparação para uma entrevista de emprego.

looks-para-entrevista-calca-e-saia

Sim, sabemos que o fundamental é a preparação técnica, o alinhamento das informações e a elegância nos gestos durante uma entrevista. Mas, quando tudo isso está em harmonia com a apresentação do candidato a determinada vaga temos largas chances de sucesso para deixarmos boa impressão.

O que evitar para uma entrevista de emprego

Como já já falaremos sobre ideias de looks adequados, vamos direto aos pontos ‘veja bem’, ou seja: o que não é conveniente para uma entrevista de emprego?

Evite decotes

Decotes que levam os olhos para o busto e não para os seus olhos devem ser abolidos da sua lista de looks para entrevista.

Também não se iluda com a tal camisa branca que a gente a-m-a chamar de curinga. Em 2014, o corte-tendência da camisa branca tem um decote mais generoso que passa longe de ser o mais adequado para o ambiente corporativo. Opte pela camisa branca tradicional e fique de olho nos botões e na qualidade do tecido. Camisa de botão com corte bacana não abre no busto, tem os botões bem posicionados e não deixa o sutiã à mostra. Prove e prove bem, antes de comprar. Cuidado também com peças transpassadas e podem sabotar seu visual.

Evite Regatas ou alcinhas

Algumas empresas são mais rigorosas no dresscode e não permitem que funcionárias trabalhem de regata ou blusinhas de alcinha. Portanto, se você está convocada para uma entrevista e não sabe qual é o dresscode da tal empresa, dê preferência à uma blusa ou camisa de botões.

Fendas porque podem colocar tudo a perder, no quesito ‘imagem’.

Roupas muito justas devem ser evitadas

Calças “mais justas do que a justiça divina” e saias que marcam quadris e bumbum devem ficar de fora das suas opções.

Da mesma forma, evite saias muito curtas (e acrescento) e muito rodadas. São lindas para o final de semana e péssimas para entrevista de emprego.

A calça com corte esporte dificilmente se salva, mesmo que a parte de cima seja bem formal. Na dúvida, evite.

Estampas ‘divertidas’ ou muito ‘infantis’ são as menos adequadas, por razões óbvias.

Sapatos muito abertos

Quanto aos sapatos: deixe as sandálias “peladas”, aquelas que só tem 1 ou 2 tiras, para o final de semana, juntinho dos saltos altíssimos. O ideal para a entrevista é um modelo scarpin ou, caso não seja fã de saltos, sapatos mais discretos e sandálias não tão ‘balada’.

O que evitar no comportamento

Não encarne uma personagem. Tá certo que essa vaga pode ser A vaga, mas pensa comigo: um bom ator ensaia meses para dar vida a uma personagem, tempo que, com certeza, a gente não tem para uma entrevista. Portanto, fingir ser quem não é no intuito de fazer bonito na entrevista pode ser um desastre completo.

Isso vale para vestir um estilo que não seja o nosso, calçar saltos altíssimos sem traquejo para caminhar com eles, usar acessórios que não temos hábito de usar na vida ou escolher uma roupa inadequada. Considere o melhor dentro do que você é. Afinal, já haverá muita coisa para você ficar atenta, perguntas inesperadas e informações para processar. Não sobrecarregue a situação.

Já fiz reunião com uma fornecedora que chegou a-r-r-a-s-a-n-d-o na grife. Literalmente, dos pés à cabeça, quaaaase convenceu ser uma lady, mas bastaram quatro frases tentando impressionar e os mais de 3 mil reais investidos no ‘pacote’ me mostraram uma caixa absolutamente vazia. Entende?

CORES PARA O LOOK NA ENTREVISTA DE EMPREGO

As cores exercem uma influência enorme no nosso visual, no nosso humor e, ainda que inconsciente, na forma com que somos vistos e automaticamente escaneados pelos outros. Se essa impressão visual já acontece sem querer no dia a dia, multiplique o poder das cores para situações cujo propósito é exatamente o de sermos avaliados!

Antigamente, evitar cor pastel para ambiente corporativo era a dica básica de qualquer manual de etiqueta corporativa. O rosa claro (assim como as demais cores mais aguadas – candy colors) poderia indicar fragilidade, algo girlie demais. De fato, um look todo rosa é girlie demais, mas detalhes em rosa podem ser o feminino no look e expressar personalidade, quebrando o tom exageradamente masculino, no look que é de uma mulher.

looks-para-entrevista-saia

Encontrei uma pesquisa realizada em 2013 que indicava as cores mais adequadas para entrevistas de emprego e encontrei dezenas de blogs e sites que simplesmente saíram repetindo o resultado da tal pesquisa, no pior esquema copia-e-cola.

Sempre que vejo essa sequência de cópias de uma mesma informação, dou aquele passinho atrás e penso no seguinte: quem é a fonte dessas ‘certezas’? Quem é o entrevistado? Homem ou mulher? Quantos de cada? Em quais regiões do globo a pesquisa foi feita?

Se a moda reflete comportamentos e é a explicação visual de tantas coisas que acontecem, considerar apenas uma vertente como ponto de vista é limitante demais, concorda? Portanto, juntei as informações que achei mais coerentes e passo a você os resultados da pesquisa mas lembro que é você quem deve tomar a decisão final. Você conhece seu corpo, a vaga à qual concorre e o ambiente corporativo ao qual pertence.

Cores apontadas como OK para áreas burocráticas, técnicas, tecnológicas e administrativas

De acordo com as pesquisas: preto, azul, cinza são as cores mais favoráveis para entrevista de emprego em ambiente corporativo. O preto, porque indica liderança, o azul porque indica que se trabalha bem em equipe e o cinza porque está associado à lógica. Três características a-m-a-d-a-s pela maioria das avaliações de RH. Até aí, tudo bem comportado e sem surpresa. Certo?

Quanto às outras cores: o branco foi associado à organização, o castanho à confiança e o vermelho a poder.

Cores apontadas como OK para áreas criativas

O verde, o amarelo e o roxo foram tons associados às áreas criativas.

 

OS LOOKS PARA A ENTREVISTA DE EMPREGO

Muita gente tem dúvidas sobre o dresscode corporativo (aliás, já falamos sobre ele em algumas matérias aqui no site. Coloco os links no final desta matéria para você, ok?).

Em resumo, o ambiente financeiro ou o de um escritório de Direito certamente pede dresscode mais formal do que uma agência de publicidade, por exemplo.

Vale lembrar que um look formal não precisa ser careta. É possível coordenar peças com modelagem mais moderna e uma boa tática é dosar a medida. Se o blazer é mais moderno, a calça ou a saia pode ser em alfaiataria mais clássica, ao invés de seguir a modernidade do blazer. Se todo o look está mais formal, um acessório mais moderno como colar, brinco ou pulseiras, pode resolver a equação.

looks-para-entrevista-calca

Para acertar sempre: antes de passar os olhos pelos cabides, pense na empresa para a qual concorre ao emprego. Outro detalhe que muitas pessoas deixam passar batido: sapatos. Tão importante quanto a roupa, sapatos com saltos em dia indicam cuidado e atenção, o que não significa ir trabalhar feito equilibrista, com aquele salto agulha.

Cabelos tratados e limpos, maquiagem sem exagero e unhas feitas são aspectos externos, mas que somados aos demais nos quais você será avaliada, podem fazer diferença a seu favor.

Agora, observe:

o-que-nao-usar-em-entrevista-de-emprego

Você percebe que não tem nada errado com os looks, desde não sejam para o caso desta matéria. É essa análise que a gente precisa ter em casa, na hora de escolher o look para a entrevista. Às vezes, todas as peças escolhidas estão OK, mas não para esta ocasião.

MINHA IMPRESSÃO SOBRE O MITO DO ‘PRETINHO BÁSICO’

Agora, queria trocar uma ideia com você sobre o mito do “pretinho básico”. Ressalto que, a seguir, você terá a minha opinião, ok? Aos pensamentos:

Discordo um pouco da turma que aconselha sempre a saída pela direita na escolha do tal pretinho básico, em casos de dúvidas sobre o que vestir. Por quê? Porque o ‘pretinho básico’ tinha seu charme do ‘não tem erro’ quando esse código de vestimenta era velado e não se falava tanto nisso.

Hoje, de tanto todo mundo falar sobre ele, já associo o pretinho básico à dúvida, à falta de tempo para elaborar o look e falta de criatividade: você foi pelo ÓBVIO com MEDO de não errar.

Percebe as palavras que deixei em letra maiúscula? Essa é minha opinião. Portanto, dependendo do cargo ao qual você concorre, não vá tanto por pesquisas ou tabelas de cor. Avalie a seguinte equação:

Meu estilo + o que é a VAGA + meus conhecimentos sobre o cargo proposto + minha POSTURA = SUCESSO

Falei da minha opinião sobre o preto para looks femininos porque é isso que eu penso toda vez que vejo uma mulher (ou a mim mesma), no bendito ‘pretinho básico’. Repare quando você fala com uma amiga sobre o pretinho básico. A explicação é sempre a mesma, não é?

Pense nos motivos que levaram você a escolher o preto. Se foi por razões positivas (o modelo é bárbaro, o look é super elegante e tem um detalhe X, o tecido é excelente) e não negativas (“na dúvida, vim com ele”, “preto não tem erro”, “é o que me emagrece”), dê um toque de personalidade ao look e vá com seu pretinho básico, mas com SEU toque.

 

Para ver mais sobre dresscode corporativo, clique aqui

Para ver a matéria sobre Calças para o trabalho, clique aqui

Como usar saia longa com sandálias e sapatos
O que é Norm Core?

Comentários

comments

COMPARTILHE
Artigo anteriorO que é Norm Core?
Próximo artigoReceita de suco para celulite
Cris Cardoso
A Cris é pequenininha, mas adora conversar e escreve de montão. Para falar com ela, comente aqui no post ou mande email pro contato@criscardoso.com porque ela jura que sua mensagem não vai cair no limbo dos emails perdidos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here