Final de semana, final de experiência na dieta Escada Nutricional!

dieta-dukan-como-emagrecer-diario-dia6-7-cris-cardoso1

Sábado e domingo foram, respectivamente, o 6º e o 7º dia testando o polêmico método de emagrecimento de Pierre Dukan, só que na versão alternativa e reformulada.

Se você caiu de paraquedas neste post, aconselho a leitura dos anteriores também, porque fiz uma semana inteirinha dedicada ao meu Diário com a Escada Nutricional, com posts e vídeos todos os dias, contando para vocês como senti meu corpo reagir à dieta e como minha cabeça (confesso que esta me deu muito, mas muito mais trabalho do que a fome) processou tudo isso.

O final de semana veio compactado porque a reta final já agrega ao cardápio os chamados feculentos (popularmente: batata e cia ltda) no sábado e uma refeição ‘de gala’ com direito à sobremesa ou uma taça de vinho, ontem (domingo).

Tudo aqui no vídeo:

Confira o vídeo no meu canal no Youtube (clique aqui)

Vou dividir minha vida nestes dois últimos dias para ficar mais fácil:

SÁBADO 

Passei a manhã em casa colocando a vida em ordem. Meu café foi bem simples (normalmente, é assim mesmo. Só faço aquele café da manhã estilo banquete quando estou viajando):

1 xicara de café preto + 2 fatias de pão integral + 1 fatia de mussarela. Esquentei os pães com a mussarela.

Esqueci de fazer lanchinho na parte da manhã porque estava organizando uma pequena mudança entre os cômodos e, quando me dei conta, já era meio-dia.

Fiz um macarrão com molho vermelho e comi o restinho do frango desfiado. Ficou bom, mas eu realmente já estava pelas tampas de proteína e não consegui engolir o frango. No final, comi só o macarrão com o molho.

Das 15h em diante, minha vida foi Verde-Branca! Confere lá no vídeo, mas tive um evento no clube do Palmeiras e fiquei por lá até às 23h. Foi o período mais punk, porque eu não tinha a menor ideia do que é a vida de quem faz dieta no meio de um evento público de Festa Junina. Fiquei perdidaça, olhando aquilo tudo em volta e sem saber o que eu poderia comer, ou não… Engraçado isso! A gente sai do ‘habitat natural’ e fica sem chão, com medo de errar, com medo de colocar o esforço inteiro da semana a perder…

A barraquinha ao lado da que eu estava vendia Yakisoba de carne. Comi a massa sem molho em excesso, brócolis, cenoura e a acelga, mas não conseguia comer a carne toda. Foi o melhor que consegui fazer. Havia uma barraquinha de churrasquinho mas, a essas alturas, Gente, eu não consigo nem olhar!

festa-junina-no-clube-palmeiras-isa-giaccheri-cris-cardoso festa-junina-no-clube-palmeiras-cris-cardoso1 festa-junina-no-clube-palmeiras-cris-cardoso

Tomei meus 2L de água ao longo do dia e também um chá gelado que eu faço com pedaços de berinjela, limão espremido, gengibre e água. Se vocês quiserem, deixo a receita aqui depois. É muito fácil.

DOMINGO

Olhem que coisa… Quem assistiu os vídeos do Diário é testemunha: eu mencionei a palavra ‘brigadeiro’ mais do que qualquer outra, a semana inteira.

Aí, vocês me perguntam: Quantos, quantos, Cristininha, você comeu no dia 7, na sua sobremesa de gala?

Respondo: NENHUM.

Passei meu dia de gala na segunda parte da mudança, não comi nada gordo a que tinha direito e passei longe de qualquer coisa com açúcar. Inacreditável…

Estaria Dukan mudando meus hábitos alimentares? Hein? Hein? Hein?

No vídeo, também faço o balanço final destes 7 dias seguindo o método da Escada Nutricional (clique aqui).

Bom, para encerrarmos esta semana de Diário, vamos a um resumo do projeto:

Minhas impressões sobre a Escada Nutricional

Achei interessante experimentar um método tão polêmico.

Fiquei surpresa com a clareza e o embasamento com que todo o método é descrito no livro, a conexão perfeita e bem didática da relevância de cada grupo alimentar, os motivos de separá-los em dias, enfim, achei o livro um ótimo investimento. E barato.

Trouxe para minha vida o Farelo de Aveia como base de receitas, e não apenas como complemento para a fruta ou o iogurte.

Não achei que meu organismo aceitou muito bem o excesso de proteínas no D1 mas, como disse a vocês todos esses dia: a culpa foi minha. Essa dieta pede planejamento, pede que a gente estude o cardápio e abra o leque de possibilidades para criar as receitas e, aí sim, o apoio do livro é crucial. Recomendo muito e pretendo fazer as receitas, independente de seguir a dieta ou não.

Senti ansiedade e um pouco de irritação até o almoço do dia 3 (quarta-feira). A partir da ingestão da fruta (sobremesa do almoço de quarta), meu humor começou a voltar e o bem-estar também.

Quanto à redução de peso:

Falei no vídeo do D1 que se eu reduzisse 1kg já me daria por satisfeita. Bem, não cheguei a isso. Eliminei 400g em 1 semana e, considerando a quantidade imensa de proteínas ingerida (superior ao que eu comeria em qualquer semana normal), não achei crítico.

É isso, Turma. Diário de 7 dias cumprido e finalizado. Se vocês tiverem dúvida ou quiserem trocar uma ideia sobre o método, é só deixar os comentários. Dentro do que sei, responderei com todo carinho do mundo.

E, agora, é só dar play!

ESCADA NUTRICIONAL | MEU DIÁRIO DE 7 DIAS COM A DIETA DUKAN

Recapitulando o Diário para você:

Dia 5(clique aqui)

Dia 4 (clique aqui)

Dia 3(clique aqui)

Dia 2(clique aqui)

Dia 1(clique aqui)

Guia da casa nova: Como organizar o Open House | Post 2
Escada Nutricional | Dia 5 - meu diário de 7 dias com a Dieta Dukan

Comentários

comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here