Meia-calça, segunda-pele, t-shirt, pullover, blazer, calça, gorro, bolsa, etc. Vem!

Meia-calça, segunda-pele, t-shirt, pullover, blazer, calça, gorro, bolsa, etc. Amado por algumas e temido por outras, as sobreposições (ou o conhecido Look Cebola) são a alternativa para um inverno mais quentinho naqueles dias em que somos ‘convidadas’ pelo Sr Tempo a investir em várias camadas de roupas. O problema? Nem todo mundo sabe coordenar peças diferentes e montar sobreposições bacanas porque pinta a dúvida na hora de escolher peças e acessórios. Por isso, o SC te dá dicas de como montar esse look e mostra as peças que fazem bonito no quesito aquecimento, mas não nos deixam estilo Fofão. Vem com a gente!ch-sobreposicoes-inverno

 

As sobreposições e as novas peças

Toda estação gera o mesmo efeito na mulherada: queremos as novidades, não sabemos muito bem (ainda) o que fica melhor ou não no nosso corpo e, dificilmente, conseguimos pensar rápido no momento em que temos nas mãos aquela tentação pendurada no cabide. E no meio de tantas novidades, quem é que consegue lembrar de tudo que tem em casa para saber se a tal peça-quase-adquirida combinará com qualquer outra coisa anciã que já habite no armário/ closet, né não?

A não ser que você esteja com seu armário/ closet vazio, dificilmente sairá às compras para comprar tudo novo. Por isso, a velha e sábia dica de ‘organize-se’ ou ‘separe tudo que realmente usa antes de ir às compras’ é crucial e verdade pura. A pior coisa que podemos fazer é sair na empolgação e voltar para casa com um monte de coisas sem saber o que de fato temos ou precisamos para um inverno mais feliz. Não caia nessa.

Pesquise antes de ir às compras, Becky Bloom!

Uma boa dica é dar uma olhada rápida no que está rolando por aí e analisar as tendências, antes de sair às compras. Observando as cores mais badaladas da estação, o shape desejado e uma ou outra peça que fizer seus olhos brilharem em algum editorial de moda, você já se protege da síndrome de Becky Bloom (a personagem mega-ultra-plus consumista compulsiva do best seller e do livro Confessions of a Shopaholic!).

Look de inverno com sobreposição com gorro, boina e chapéu

Os acessórios como gorros, boinas, meias-calça, luvas, cachecol/echarpe/pashminas, já sabemos: têm poder de mudar o visual. Até um look todo preto ganha vida nova de acordo com um cachecol diferente ou uma boina, por exemplo. Valem o investimento porque fazem uma roupa virar 2, 3 ou 4 e, normalmente, são mais acessíveis.sobreposicoes-chapeu-boina

Casacos

Pullovers, suéter, trench-coat ou casacões são peças indispensáveis se você quer abolir o cebolão e usar o menor número de peças possível.
Casacos com forro mais quentinho (às vezes, com pelo, às vezes com tecido de lã), são a escolha perfeita.

sobreposicao-looks-inverno

Sapatos

Em algumas regiões do Brasil, a neve aparece e essa é a hora de aposentar os saltos super finos e apostar em botas e coturnos, muitas vezes, com solado diferente e mais grosso, para aquecer os pés.

sobreposicao-looks-inverno2

Bolsas

Não dá pra pensar em ‘efeito cebola’ e esquecer a bolsa. Quem nunca passou pelo irritante momento de sair toda encapotada de roupa e a alça da bolsa não ficar legal com tanto volume? Ou pior, a bolsa resolve brincar de escorrega no seu ombro porque a alça desliza?

sobreposicoes-bolsas

Como montar o look de inverno – aposte nas sobreposições

A sobreposição de peças tem vantagem principalmente para quem vive em cidade com oscilação climática ao longo do dia. Já vimos os itens que ajudam nosso visual de sobreposições e agora vamos falar sobre como montar os looks.

Nã-nã-ni-nã-nãooo!
O que não vale é colocar ‘qualquer coisa por baixo porque é só para esquentar, mesmo’. Cuidado, Pecadora! Vai que, ao longo do dia, o forno fica insuportável e aí você lembra que desprezou a harmonia do seu armário, pegou a ‘qualquer coisa’ e agora não tem coragem de mostrá-la ao mundo? Hein?!?!?

A intenção do efeito Cebola é nos proteger do frio, porém, com possibilidade de eliminar camadas ao longo do dia. Por isso o capricho na coordenação das peças é fundamental.

sobreposicoes-inverno-criscardoso

#1 Comece o look pela primeira camada de peças

Muitas meninas (eu inclusive) às vezes começam a coordenação das peças pelo casaco. Nada errado com isso, afinal, é comum eleger uma das peças como base e definir o restante do visual a partir dela. O problema é que nem sempre contamos que, ao longo do dia, vamos ‘descascar nossa cebola’ e, aí, passamos calor ou chuva o dia todo porque as outras peças brigam total entre elas. Por isso, a forma mais segura de adotar o Look das sobreposições é montar camada por camada, começando pela primeira, de baixo. Considere que essas peças podem ser as que você terminará o dia usando. Um bom exemplo: calça/legging e camisa/ t-shirt/ sueter.

#2 Menos volume, mais peças

A lógica do efeito Cebola não é só dar bossa ao look, é agasalhar. Portanto, a conta é simples: se você vai usar um mega casaco, dificilmente, precisará de várias outras peças (camadas) por baixo. No máximo, além da camisa ou da blusa, investirá em lenço/pashmina/echarpe/cachecol. Por isso, se sua escolha de sobreposição tem objetivo estético (quantidade de peças para dar mais bossa ao look), prefira peças menos volumosas. Isso a ajudará a definir o próximo item: acessórios. É a sensação de estarmos amarradas por baixo de tanta roupa que a gente mais abomina no look cebola porque o corpo fica sem mobilidade e os braços nem sempre conseguem se movimentar. A melhor forma de compor sobreposições é escolher peças menos volumosas. Veja o exemplo da Amiee:

cala-branca-sobreposicao-azul-listras-

#3 Escolhendo os acessórios

Existem coordenações tão maravilhosas quanto os melhores casamentos do mundo: meia-calça colorida ou estampada + saia, blazer/ trench coat + bota/coturno + boina/ gorro, idem.

Bolsa: looks com casacos mais volumosos normalmente dificultam o uso de bolsas a tiracolo ou as de alça mais curtas. Nestes casos, escolha carteiras que acomodam mais itens do que a clutch ou bolsas que devem ser levadas na mão ou, no máximo, no antebraço.

#4 Na hora de comprar peças novas, teste-as com outras por baixo

No provador, lembre-se de testar a flexibilidade e o volume do casacão usando outras peças por baixo (não vale a regatinha segunda pele, hein!). Escolha um pullover, uma camisa de manga comprida de lã ou suéter e leve junto para provar com o casacão. Essa dica dá uma ideia mais real do que será o uso do casacão nos dias mais frios. Atenção especial às mangas e à medida no ombro.

boot-inverno-meia-1



Inspire-se!... nos crucifixos
Look da Cris: legging, tricô e lenço

Comentários

comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here