Desde que fiz o vídeo mostrando uma arrumação mais séria no meu armário (clique aqui, depois), tenho dado mais atenção ao que está sendo usado e reparado mais no que só ocupa espaço nos cabides.

Ainda não cheguei no exemplo EXEMPLO, mas estou no caminho (neste final de semana, fiz outra limpa para separar itens que mandei para doação).

Foto de arquivo sobre o dia da arrumação

Meus truques são simples e desejo que te ajudem e te inspirem. Vamos lá:

DICA #1 PARA CABIDES: ALTERNE OS LADOS DO CABIDE

Cada peça que uso e devolvo ao cabide (seja após a lavagem ou para um segundo uso), fica com o gancho do cabide ao contrário, em relação aos cabides das peças que ainda não foram usadas.

Não é sugestão para você virar a maníaca do minimalismo-modismo, mas é uma dica para você começar a vencer aquela autossabotagem básica que pode te rondar sem que você a perceba. É, porque a gente faz dessas…

Tenho peças que estão há MESES paradas no cabide.

Claro, durante uma estação mais puxada feito o inverno, sei que a seção de peças fresquinhas não é bem explorada. Ignoro isso… Faço o exercício por setor.

São Paulo tem inverno rigoroso, então, é óbvio que muitas peças penduradas e que não consigo usar no inverno, ficam paradas. Então, enquanto a temperatura está bem fria, minha atenção vai mais para roupas pesadas e apropriadas para o clima frio.

Também já contei para vocês que não tenho costume de pendurar – nem recomendo – roupas de tricô e crochet (sejam à maquina ou à mão) porque isso entorta as peças, detona as fibras e pode dar defeitos irreversíveis.

DICA #2 PARA CABIDES: A FILA DAS PEÇAS USADAS

Conheço um outro método que já tentei mas não funcionou muito: ir jogando pra direita ou para esquerda, os cabides das peças usadas.

À medida que a peça volta para o armário, ela vai para a direita ou para a esquerda. Para quem tem mais facilidade com esse método, é uma super forma de ver claramente o que anda por aí repetidas vezes e o que fica parado ali, na colônia de férias dos ácaros.

Veja também: Arrumando armário pequeno

DICA #3 – GAVETAS E PILHAS DE ROUPAS

A saída para essas peças é simples: vá colocando na parte inferior da pilha o que foi usado, fazendo um ‘giro’ de peças.

Vai sair do colore-minguê? Vai, vai sim. Mas, em compensação, vai te dar mais ordenação mental. E espaço disponível no HD mental não tem preço, Amiga…

DICA #4 – GAVETAS E PILHAS DE ROUPAS

Se você é adepta de nichos ou caixas organizadoras, mesmo as em formato de plástico transparente, essa dica também é legal: Vá colocando dentro da caixa/ do nicho as peças usadas e deixe em outra pilha as que ainda aguardam a vez. Você vai ficar chocada com a quantidade de coisas que não são usadas!

Vamos fechar um trato e fazer o exercício por um trimestre? Testa aí. Garanto que, no final do exercício, você terá ideia de quantas peças estão ali só fazendo volume ao invés de serem doadas ou vendidas.

Looks com veludo molhado
Looks criativos com broche (e um pouquinho da história deste acessório)

Comentários

comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here